A Raposa

A Raposa

Aproximemo-nos um pouco de uma raposinha portuguesa: a Dona Espertina. Ela tem a cabeça larga, o focinho alongado e pontiagudo, olhos oblíquos, orelhas levantadas, largas na base e estreitas na ponta. O pêlo é basto e abundante, mas o corpo é magro. Possui patas finas e curtas que lhe possibilitam ser uma excelente saltadora. A cauda é grande e a cor do manto varia, harmonizando-se com o habitat.

Maria Augusta Lopes, A raposa, in “Selvagens e Amigos”, p. 70. Sacavém: Editora Atlântico, 1994.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *